Translate

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Ataques oníricos



Lua de sangue no céu

Feitiço de morte no ar

Uma bruxa e um caldeirão

Maldição e pesadelos


Fantasmas rondando a janela

Vultos sonoros na madrugada

A cama da donzela é velada

Por um anjo de asas de luz


A torre do inimigo se abala

A maldade grita frustrada

Lágrimas frias escorrem no rosto

E o coração recolhe-se na sombra.


by:Katrina De Salem

B.



Nas tardes douradas

Nas noites estreladas

Na madrugada serena

Eu penso em você


Um doce vício

Pequeno delírio

Sonho de amor

Que aprendi a viver


Um pensamento

Um devaneio

De paixão, de bem querer

Por certo de Amor


Arrebatador eu sei

Tomando-me sem medo

Profundo e viral

Enraizando-se, fixando-se


Dizem todas as poesias

O nome que nos vem

Sem respeito a hora nenhuma

É o nome do amor


Percebo-me então

Sendo tua antes de tudo

Envolta nesta nuvem

Co’alma junto a ti


Esboçando o inexprimível

Com um punhado de letras

E ainda insaciada

Deste vício que é você.


By:Katrina De Salem