Translate

terça-feira, 13 de março de 2012

Lamento



Oh querido! Tu caíste sem mim...

Ninguém acreditou nas suas lágrimas

Eles não o deixaram ser livre

Não viram o que vi, o que vejo em ti


As sombras deram-lhe o abraço mortal

Beijaram-te como nunca fiz

E tu caíste na escuridão eterna

Sem sonhar com o romper da noite


Nossos sonhos tornaram-se pó

Tua fraqueza sem mim foi tua inimiga

Tão perdido! Solitário, algoz e vítima.

De novo tu caíste! E não pude te amparar.


O vírus letal do ódio te tomou

Roubou de mim os teus sonhos

Tirou de nós nossos beijos

Tornou a noite mais negra


A adaga que tens em teu peito

Também é cravada no meu

As lágrimas que derramou

Caíram ácidas sobre mim


O que tu deixou intacto de nós?

Que parte a escuridão velou?

Anjo de asas ensangüentadas

Preferiu as sombras...


by:Katrina De Salem

Nenhum comentário:

Postar um comentário