Translate

quinta-feira, 19 de abril de 2012

I have to go...


Cortou-me o peito
Deixar-lhe em lágrimas
Tão frias, tão cristalinas
Ofuscando o que via
Toda sua beleza
Morrendo aos poucos


Olhos tristes me diziam
Que havia amor
Lábios trêmulos me beijavam
Pois ainda havia amor
No coração solitário
Que carrego comigo


Na quietude noturna
A silhueta triste na janela
Esperando-me surgir
Dizer que voltei
“Boa noite, sonhe comigo”
Um beijo, uma despedida


As gotas de sangue
Pintadas de negro nas sombras
Arderam-me quando caíram
Ele sangrou, eu sangrei
Morri devagar
Mas não poderia ficar!



Tudo que conhecia
Sumiu bruscamente
Só haveria uma estrada
Guiando-me pra longe
No meio de estrelas
Distantes galáxias!


Esqueceria de ti
Do azul do teu céu
Dos olhos escuros que tens
Sensação de nostalgia
De algo que deixei
Que só recordarei em sonhos.


By: Katrina De Salem

Nenhum comentário:

Postar um comentário