Translate

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Máculas de Anjo



Os olhos dele eram mais do que eu poderia ver
Abismos azuis, profundos onde caí em queda livre
Não toquei o chão, mas pensei em voar
Livre em direção a um abraço mortal

Tua alma tão límpida das máculas mortais
Coroada com pétalas brancas reluzentes
Um anjo com a face tão taciturna
Olhos de oceano que eu quis me afogar

Teu toque divino, rosto angélico
Um coração demoníaco que jaz tão humano
Tingiu-te as pétalas brancas de outrora
No vermelho sangue mais vivo… Quente. 

by: Katrina De Salem

Nenhum comentário:

Postar um comentário